Em MS, quadrilha internacional tinha transportadora e fazenda de 10 milhões

Grupo, alvo da Operação Alba Vírus, também mantinha residência no Carandá Bosque,

e fazia transações em dinheiro vivo

                                                                  Fazenda na MS-040 comprada em dinheiro vivo por pelo menos R$ 10 milhões, transportadora no bairro Copharádio, com frota de caminhões de R$ 1,2 milhão, e uma casa no Carandá Bosque, área nobre de Campo Grande. Os bens pertencem a integrantes da quadrilha de tráfico alvo de Operação Alba Vírus, desencadeada pela Polícia Federal nesta terça-feira (27) para cumprir mandados em quatro estados, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Bahia. Segundo a PF, a organização era especializada em enviar cocaína para a Europa em cargas que saíam do Brasil pelos portos de Santos (SP), Paranaguá (PR) e Navegantes (SC).Mala de dinheiro apreendida em endereços mantidos pela organização criminosa. (Foto: Polícia Federal)                                                  Mala de dinheiro apreendida em endereços mantidos pela organização criminosa. (Foto: Polícia Federal)

Fazenda na MS-040 comprada em dinheiro vivo por pelo menos R$ 10 milhões, transportadora no bairro Copharádio, com frota de caminhões de R$ 1,2 milhão, e uma casa no Carandá Bosque, área nobre de Campo Grande. Os bens pertencem a integrantes da quadrilha de tráfico alvo de Operação Alba Vírus, desencadeada pela Polícia Federal nesta terça-feira (27) para cumprir mandados em quatro estados, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Santa Catarina e Bahia. Segundo a PF, a organização era especializada em enviar cocaína para a Europa em cargas que saíam do Brasil pelos portos de Santos (SP), Paranaguá (PR) e Navegantes (SC).

Em Mato Grosso do Sul, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão: um na fazenda, que fica MS-40, na área rural de Campo Grande, outro na residência localizada no Carandá Bosque e terceiro em uma casa na Copharádio, onde funcionaria uma empresa de fachada, a S.O Transportes. Em nome de Sandra de Oliveira, a transportadora, segundo a investigação da PF, comprou em menos de um ano quatro caminhões, com valor de R$ 300 mil cada um.

Sandra, a quem são atribuídos depósitos em dinheiro com origem duvidosa, é mãe de Karine de Oliveira Campos, apontada pela Polícia Federal como líder da quadrilha, junto com marido, Marcelo Mendes Ferreira. Foi pedida a prisão dos três, além do sequestro da fazenda e da residência no Carandá Bosque.

A fazenda tem em torno de 1,5 mil hectares e chegou a abrigar criação de ovinos, por volta de 2014, mas acabou sendo vendida. A reportagem não teve acesso à data compra e compra. No local, houve apreensão de dinheiro, assim como na residência do Carandá Bosque.

Milhões – A apuração policial indica que as transações feitas pelos integrantes da quadrilha ocorriam em “cash”. Ao todo, a organização criminosa teve bens apreendidos no valor de R$ 23 milhões em imóveis, em ordem expedida pelo juiz Roberto Lemos Filho, da 5ª Vara Federal de Santos. Foram US$ 7,2 milhões e R$ 1,6 milhão em espécie, além de 10 carros de luxo e 26 caminhões .

A ação reuniu 180 agentes, para cumprir 18 mandados de prisão temporária e 42 buscas nos municípios de São Paulo, Santos, Guarujá (SP), Itajaí, Balneário Camboriú (SC), Campo Grande (MS) e Salvador (BA). As ordens foram expedidas pelo juiz Roberto Lemos Fiho, da 5ª Vara Federal de Santos.

Confira imagens de dinheiro apreendido nos endereços ligados à quadrilha.

O fio da meada – Segundo divulgou o jornalista Fausto Macedo, em sua coluna no jornal O Estado de S.Paulo, a PF identificou os integrantes do grupo, assim como bens móveis e imóveis adquiridos com o dinheiro do tráfico, após uma prisão em flagrante realizada no Guarujá em fevereiro. Durante a análise dos celulares apreendidos na ocasião, foram encontrados vídeos nos quais os integrantes do grupo aparecem ocultando grandes quantidades de cocaína em meio a cargas lícitas em contêineres que embarcaram em navios com destino à Europa. A droga era transportada em meio a diversos tipos de carga, de cortes de frango congelado até cargas de ardósia.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook20
Twitter
YouTube
Instagram